terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Sarninhas II (o início)

Face algumas perguntas feitas nos comentários ao post de ontem, resolvi traçar uma breve retrospectiva sobre Sarninha (e, agora, também sobre Muffin e Luvinha).

Sarninha é uma de nossos "visitantes": gatinhos de rua que alimentamos; no caso dela, em cima de nossa lavanderia. A primeira vez que apareceu era ainda filhotona e, durante algum tempo, vinha diariamente fazer suas refeições; mas sempre que chegávamos perto éramos brindados com muitos fuzz.

Meu marido conseguiu pegá-la uma vez e nunca vi um animal tão desesperado: ela simplesmente se jogava no muro do pátio, tentando escapar. Pensei que fosse matar-se; a muito custo (e vários lanhões) consegui pegá-la e colocar novamente em cima da lavanderia.

Depois dessa experiencia, passou um tempo afastada, mas depois voltou a fazer visitas periódicas e espaçadas. Antes de aparecer rechonchudinha (quando descobrimos que não era "o" Sarninha, mas "a" Sarninha), havia passado um bom tempo distante.

Achávamos que Sarninha tinha uma casa, devido ao tempo que passava sumida, mas ela teve seus filhotes em baixo da caixa d`água em cima de nossa lavanderia. Confesso que cheguei a chorar, sem saber o que deveria fazer. Era um período de muita chuva e lá, embora abrigado, estava molhado. Sarninha continuava "intocável" e tentar resgatar os filhotes e criá-los sem a mãe, tinha poucas chances de sucesso.

Sugeri criarmos uma casinha para eles e meu marido pôs mãos à obra. Uma caixa de papelão forrada com plástico grosso; dentro um engradado de madeira para impedir que deformasse ou voasse com o vento e, por último, outra caixa de papelão menor por dentro, colocada de lado, tornando a caixa, com exceção da "porta", totalmente fechada. Ronaldo colocou junto à caixa d`água, para abrigá-la mais e facilitar a "mudança".

Vocês podem ver a "casa" nas fotos; resistiu a muita chuva e vento. Antes de colocarmos a casinha, cada vez que Sarninha se afastava, os dois filhotes miavam muito; depois, não se ouvia mais sinais deles. Devido à posição da casa, não conseguíamos enxergá-los; sequer sabíamos se haviam sobrevivido.

Foi um alívio quando, há pouco mais de uma semana, foram avistados. São lindos, com as cores da mamãe: Luvinha tem pelo baixo, é um pouco menor, e tem um pouco mais de branco (especialmente nas luvinhas); Muffin é maior, mais gordinho e peludo (puxou ao provável pai, o Sarnão, outro visitante sobre quem ainda não havia falado...)

Hoje, convivemos com outro dilema: tentar resgatá-los e separá-los da mãe maravilhosa e cuidadosa que têm? Será o melhor para eles? Aliás já conversei muito com Sarninha, elogiando e agradecendo todo seu carinho e cuidados com seus nenês. Ela não permite que se tente tocá-la, mas gosta que se converse com ela de forma carinhosa...





22 comentários:

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Que dilema... Acho que deixaria mais algumas semanas, depois tentaria resgatar, castrar e quem sabe doar para uma família de comercial de margarina. Beijos, Gisa.

Jasmim disse...

ta complicado saber o destino deles ...
mas to torcendo para que de tudo certo ^^

Andrea Sassaki disse...

Oi Gisa! Bem, eu esperaria mais algumas semanas, acho que isso vai fazer toda a diferença para eles. E quem sabe a Sarninha não te vê como uma futura mãe, não é???
Tudo vai dar certo!
Saudades...
UM beijo!

Claudia disse...

A gente pode parecer maluca por estar conversando com os gatos mas sei que eles entendem o que queremos dizer e sabem quando gostamos deles.
Já que ela ainda nao deixa tocá-la mas aceita um conversa...quem sabe em breve ela fica menos desconfiada.

Acho melhor os filhotes ficarem com a mãe, por enquanto.
bjs

Principe Encantado disse...

Que haja um destino bom e com certeza haverá.
Abraços forte

Dricalaz e os Gatonetes... disse...

Gisa, lindaaa!!!
Converse com um veterinário, veja o que ele acha melhor para eles. Ela ainda está amamentando eles...
É preciso castrar a Sarninha (nossa como é linda, essa mamãe)
para ela não ter mais crias e esses bebês fofos, com certeza tem algumas femêas...Más Parabéns para vc, seu marido por cuidar deles, mesmo com o acesso difícil, vcs cuidaram deles com tanto carinho, deu no que deu umas loucurinhas lindas e fortes!. E amei os posts abaixo, Palito na cozinha, cada lugar que eles escolhem?!. E tb quero lhe agradecer, pela força com a Canela, por tua amizade, de todo o meu coração!!!. E contar que ela será adotadaaaa!!!!!!!.
Estou imensamente felíz!!!!!!!.
Bjs e obrigadaaaa!!!!

Gisa disse...

Oi Ana! Seria tão bom... A protetora do Grupo Amigo Viralata, com o qual estou colaborando, tem 60 animais em casa; acho que isso diz tudo sobre as chances de adoção né? Mas não perco a esperança. Beijos
Oi Jas! Obrigada minha linda! Beijos
Oi Andrea! Obrigada pelo pensamento positivo. Talvez Sarninha aprenda a confiar mais né? Beijos amiga
Oi Claudia! Eles entendem tudo mesmo! Talvez um dos maiores problemas seja o fato de que, aqui embaixo, além de nós, há muitos bichinhos... Sarninha teria que aceitar a convivencia (já não tenho espaço para manter outra turminha separada). Beijos
Oi Príncipe! Obrigada pelo apoio! Abração
Oi Drica! Fiquei muuuito feliz pela Canela!Parabéns guria! Castrar Sarninha é o maior desejo; só falta conseguir pegá-la, anestesiá-la e ter os cuidados pós-operatórios... Não será fácil. Beijos mil

Fernanda disse...

Hello,
I invite you to visit my blog.
Kisses.

Cães e Focinhos disse...

oi amiga nao se amgoe fopi so uma brincadeirinha,viu como da certo ,vc apareceu kkkkkkkkkkkkkkkbeijos fofa,uma otima semana

Cães e Focinhos disse...

o menina nem fale essa criançada ta aprontando um monte,estao na aborrencia kkkkkkkk

José Ramón disse...

Obrigado por visitar Criatividade e imaginação fotos de José Ramon e seu comentário extenso e detalhado A Greeting

Gisa disse...

Oi Bernadete! Filhos sempre aprontam, e a gente adoooora eles mesmo assim kkkkkkkkk Beijos
Oi José! Adoro teu blog e às vezes "falo" demais não é? Abraço

Léo de Chocolate disse...

que história mais linda !!!

lambs lambs pros bebes

Gisa disse...

Oi Léo! Obrigada querido. Estava com saudades tuas! Lambeijos mil

Claudia disse...

Obrigada por deixar seu comentário!

Uma das coisas que não estava previsto pela taróloga era que eu me casaria com o meu marido. Era uma remota possibilidade. Eu fiz valer. Rs!
Procuro esses recursos mas sempre cética, dá pra acreditar?!
bjs

Arte dos Gatos disse...

Oi Gisa, visite o blog da Flávia e veja a declaração de amor que o Tinho deixou pra Lindinha no FMiau.
Beijinho

Anya disse...

So lovely photo's all
:-)

Have a wonderful weekend !!

hugs from us
Kareltje =^.^=
Anya :-)

Flávia disse...

Gisa, cada vez que venho ao seu blog saio tocada pelas atitudes lindas de vocês. Parabéns, mesmo. Senti saudades.
Quanto a Sarninha, acredito que ela vai te mostrar o caminho e logo, logo você vai saber o que fazer Super beijo.

Claudia disse...

Passei pra dizer oi e saber de vc. Tá sumida. Tudo bem?
bjs

Maira disse...

Oi amiga! que bom saber que a sarninha e seus bebês estão bem. Tambem acho que deve ficar como esta por mais um tempo e depois vc tenta resgatá-los para que eles não sumam por aí...
boa sorte!
bjs.

Silvia disse...

nossa... eles são lindos! não sei o que opinar nesse caso... não sei mesmo o que faria! mas com certeza a ajuda e o carinho que vocês estão oferecendo a esta família peluda já é algo maravilhoso, por que tem tanta gente maluca e sem coração...
Bjocas pra vocês, e estamos na torcida por estas vidinhas!!!

Anônimo disse...

Ola, what's up amigos? :)
In first steps it's really nice if somebody supports you, so hope to meet friendly and helpful people here. Let me know if I can help you.
Thanks and good luck everyone! ;)